Situações extremas

O historiador Eric Hobsbawm é famoso por suas obras, e uma delas tem o título “A Era dos Extremos”, na qual analisa os principais fatos do século passado. Fiquei pensando que hoje seria perfeitamente possível um livro ter o mesmo título, mas tratar de outros extremos.

Creio que nossa vida é bastante agitada e que o homem do século XXI está vivendo um momento em que tudo deve se vivido ao extremo, como sinal de superação, de quebra de barreiras, de novos limites. Nas palavras da banda de rock Aerosmith, “we’re livin’ on the edge”.

E nesse mundo de vida ao extremo surgem, obviamente, situações extremas, onde o ser humano se depara com o inimaginável, o inesperado. Tenho como exemplo marcante de uma situação extrema o ataque ao World Trade Center, em 11 de setembro de 2001. Quem imaginaria as Torres Gêmeas sendo alvo de terroristas que usariam aviões para atingi-la?

Depois do 11 de setembro, muitas outras situações extremas ocorreram. Uma delas foi o pouso de um avião no rio Hudson, Nova York, em 2009, que poderia ter sido uma tragédia, mas não deixou uma vítima. Se você não se recorda, veja os vídeos abaixo:

Ric Elias estava na primeira fila desse avião. Ele realmente viveu uma situação extrema. E isso mudou sua vida. Aprimorou sua hombridade. Bem, é melhor ele mesmo  te contar…

Esta entrada foi publicada em Geral e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Escreva um comentário